A síndrome do "queimado" (Burn-out) na Reumatologia

Por : Global Rheumatology by PANLAR
01 Abril, 2021
views 385Visualizações

O estresse no trabalho ou síndrome de Burn-out é entendido como um estado de desmotivação, cansaço intenso, irritabilidade, perda de energia que se desenvolve em resposta ao estresse que ocorre no ambiente de trabalho.

Esta situação pode desencadear problemas de saúde física e mental e, claro, afetar o bem-estar e o desempenho de quem a sofre. De fato, a Organização Mundial da Saúde o incluiu na 11ª Revisão da Classificação Internacional de Doenças (CID-11) como um fenômeno ocupacional e com uma definição mais detalhada.

Graças ao facto de que há vários anos tiveram um interesse particular para estudar este fenómeno no pessoal de saúde e mais recentemente em reumatologistas, num Café de Reumatologia queremos conhecer aspectos do burn-out e da prática reumatológica na região e, portanto, é claro, com a pandemia.

Neste episódio com o Diego Jaimes e o Carlo Vinicio Caballero, editor-chefe da Global Rheumatology, estará o Alberto Palacios Boix, reumatologista mexicano, diretor e professor do departamento de imunologia do Hospital Ángeles del Pedregal, além disso, autor de vários livros entre os quais encontramos um post muito recente sobre experiências de pandemia e colunista GRP. Participará também o Carlos Ríos, reumatologista equatoriano, ex-presidente da Sociedade Equatoriana de Reumatologia e pesquisador pioneiro na prática da reumatologia no continente.

enviar Envía un artículo