Hidroxicloroquina, uma velha conhecida que tomou força na pandemia

Para : Global Rheumatology by PANLAR
18 Setembro, 2020
https://doi.org/10.46856/grp.232.e041
views 542Visualizações

A partir de dezembro de 2019, a epidemia de covid-19 representava um dos principais desafios terapêuticos encontrados até o momento, ainda mais quando foi sugerido o uso de medicamentos já conhecidos e talvez esquecidos pela maioria do corpo médico, mas que faziam parte do dia a dia do reumatologista. Ocasionalmente fomos testemunhas da evolução das evidências sobre a utilidade ou não de um velho conhecido, a Hidroxicloroquina

Gostaríamos de conhecer os pontos de vista de diferentes especialistas e analisar este fenômeno terapêutico, por isso estamos acompanhados pelo médico Guillermo Pons, Reumatologista Pesquisador do Centro Regional de Doenças Autoimunes e Reumáticas do Grupo Oroño em Rosário, Argentina, com uma longa experiência no tratamento de antimaláricos, o Julio Cesar García-Casallas Diretor do Programa de Medicina da Universidade de La Sabana, Chía, Colômbia, Farmacologista Clínico Internista e o Hector Posso, Professor do Departamento de Epidemiologia da Universidade de La Sabana Chía, Colômbia, Médico Epidemiologista PhD em Saúde Pública, com vasta experiência no projeto e monitoramento de ensaios clínicos e junto com o nosso apresentador, o Dr. Diego Jaimes e o nosso Editor Carlo Vinicio Caballero analisaremos este tema de grande interesse na nossa especialidade.

enviar Envía un artículo