Editorial
Escuchar
Pause
Play
Stop

Global Rheumatology by PANLAR, Uma ideia para a qual o tempo chegou.

Por : Carlo V Caballero Uribe MD
Editor en Jefe Global Rheumatology by PANLAR



12 Outubro, 2020

https://doi.org/10.46856/grp.11.e004

"Com este projeto tentamos cobrir algumas lacunas na divulgação do conhecimento científico, como a falta de impacto das publicações fora do ambiente exclusivamente acadêmico, evitar a dependência exclusiva de citações e promover métricas adequadas ao século XXI."

Visualizações 379Visualizações

As forças lideradas pela inovação tecnológica estão mudando cada vez mais o cenário editorial. Há vários anos, mudanças substanciais têm sido propostas no modelo de desenvolvimento das publicações científicas devido às novas políticas e reflexões sobre a produção, distribuição e globalização do conhecimento que têm levado a um forte questionamento de tudo o que se estabelece no mundo tradicional destas áreas. (1).

 

Antes da pandemia COVID-19, fortes mudanças já estavam ocorrendo na indústria editorial, impulsionadas pela transformação tecnológica e a gestão do conhecimento nos aspectos de produção, gestão e globalização pelo que estão repensando o modelo econômico e produtivo de tudo tipo de revista, incluindo as revistas médicas (2).

 

A crise global que gerou a pandemia do coronavírus está deixando algumas lições que nos permitem dizer que a forma como a ciência é feita globalmente e como é escrita está mudando, talvez definitivamente. Enquanto politicamente estamos testemunhando um fechamento de fronteiras em decorrência do vírus, os cientistas estão rompendo fronteiras criando uma colaboração global sem precedentes (3).

 

As revistas científicas são o corpo de expressão tradicional das comunicações científicas. Durante a crise, vimos que grandes editoras abriram espaços especiais para o coronavírus e, além disso, deram acesso gratuito aos artigos, reduzindo muito o tempo de comunicação em uma verdadeira batalha para manter a audiência e comunicar informações importantes e oportunas que servem para o cuidado dos pacientes afetados. Produto da velocidade que a informação científica exigiu, grande parte da ciência publicada está em preprints, publicações preliminares que existem há vários anos porque a publicação de artigos através do processo de revisão por pares é geralmente prolongada (4).

 

A pandemia está tendo um efeito inesperado ao acelerar processos que já acontecem há anos. Outras formas de comunicação científica foram fortalecidas, como as teleconferências entre especialistas globais e temos aprendido em tempo real o que aconteceu em outras partes do mundo, o que nos permitiu adaptar as respostas à medida que o vírus se espalha. O uso da telemedicina no atendimento ao paciente também disparou e a educação médica rapidamente abraçou a virtualidade como forma de se defender da situação do distanciamento físico que o cenário em que nos encontramos acarreta, tornando-se uma tábua de salvação diante das medidas de isolamento social.

 

Nunca antes tantos especialistas em tantos países se concentraram em um único tópico e com tanta urgência. Muitos provavelmente acham que essas mudanças são muito rápidas, que ainda precisam ser resolvidas. A verdade é que a maioria das tecnologias que estão sendo usadas durante a pandemia já eram conhecidas e vêm sendo promovidas há muitos anos.

 

A PANLAR teve diferentes veículos para a expressão do conhecimento na reumatologia na nossa área geográfica ao longo da sua história: desde a publicação da Acta Reumatológica em 1950, através dos Arquivos Interamericanos de Reumatologia 1957 e do Boletim da PANLAR em 1982. A associação com o Journal of Clinical Rheumatology como órgão oficial da PANLAR desde 2001 permitiu ter um periódico indexado que atualmente possui um fator de impacto de 1,89 (5). Acreditamos que chegou a hora de apresentar ao mundo um projeto global da região pan-americana, no qual trabalhamos há mais de um ano a pedido do Comitê Executivo. Socializamos a iniciativa com os membros do Conselho de Administração e do Comitê Editorial, membros dos grupos de estudos e, em geral, com todas as pessoas próximas ao meio da nossa organização, que com o seu apoio e feedback irrestrito nos permitiram chegar a esta nova etapa. Quando apresentamos oficialmente o primeiro modelo da plataforma junto com os desenvolvedores e colaboradores imediatos com os quais formamos uma grande equipe, fomos claros em alertar que ao invés de pensar em fazer projetos semelhantes aos já existentes, queríamos apostar no futuro, não das revistas (periódicos), que provavelmente bastam, mas da comunicação científica.

 

Com este projeto, procuramos suprir algumas lacunas na divulgação do conhecimento científico, como a falta de impacto das publicações fora do ambiente exclusivamente acadêmico, evitar a dependência exclusiva de citações e promover métricas adequadas ao século XXI. Consideramos também necessário facilitar e agilizar os processos editoriais, melhorar o reconhecimento dos revisores e promover a ciência gerada pela ampla comunidade que compõe a nossa liga, sempre atendendo aos padrões esperados pela comunidade global da especialidade e sem esquecer os aspectos complementares da prática profissional que será tratada com um espírito de equidade, ética humana e científica.

 

Global Rheumatology by PANLAR (GRP) é uma plataforma de disseminação de conhecimento pensada para as novas gerações, e agora a pandemia mostrou que chegou a sua hora. Vocês encontrarão uma combinação única: uma seção para artigos de pesquisa original e outros tipos de artigos encontrados em periódicos tradicionais; e uma seção denominada revista, voltada à divulgação do escopo das pesquisas originais publicadas na revista e as que foram geradas na comunidade. Ambas as seções serão apresentadas de forma integrada, intuitiva, amigável e visualmente atrativa que a distingue imediatamente das existentes em outros tipos de revistas.

 

Queremos que o GRP seja um periódico de leitura (dedicado ao seu público), publicando (para o conhecimento dos seus pares) e disseminando (para que a ciência possa atingir ao público em geral de forma adequada) o conhecimento em reumatologia do século XXI. O primeiro do tipo na nossa área de estudo e na nossa comunidade. Queremos dar à reumatologia uma nova perspectiva que dificilmente terá seguindo regras estabelecidas ou pensadas para os séculos XIX e XX.

 

Esperamos que a proposta que a PANLAR faz ao mundo da reumatologia seja do seu agrado e ajude a divulgar a especialidade não só na nossa região geográfica, mas globalmente, permitindo que as suas ideias e experiências sejam mais conhecidas e a plataforma seja uma das favoritas para apresentar e divulgar o trabalho de uma comunidade que já é global.

 

Referências

 

1. Cope B. Philips A.The Future of the Academic Journal Second Edition. Oxford, Uk. 2014. Disponível em: http://neamathisi.com/_uploads/Cope__Kalantzis_Changing_Knowledge_Ecologies_2014.pdf

2. Gibney E. What to expect in 2019: science in the new year. Nature. 2019;565(7737):13‐14. doi:10.1038/d41586-018-07847-3

3. Apuzzo M. Kirkpatrick D. Covid-19 Changed How the World Does Science, Together. New York Times. 2020. Disponível em:: https://www.nytimes.com/2020/04/01/world/europe/coronavirus-science-research-cooperation.html

4. COVID-19 SARS-CoV-2 preprints from medRxiv and bioRxiv

5. Caballero-Uribe CV. The History of PANLAR Throughout Its Evolution. JCR: Journal of Clinical Rheumatology 2019; 25(1):1-3. Doi: 10.1097/RHU.000000000000079

enviar Envía un artículo